finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Cesta básica registra alta de 0,23%

Pesquisa diária sobre o valor da cesta básica em São Paulo, realizada pela Fundação Procon-SP, órgão de defesa do consumidor ligado ao governo estadual, revela uma alta de 0,23% na terceira semana do mês de maio. O preço médio, que no dia 10/5/2001 era R$145,09, passou para R$ 145,42 em 17/5/2001.A variação acumulada no mês é de 0,15%, e nos últimos 30 dias, queda de 1,28%. No ano, a cesta variou 2,82%, e nos últimos 12 meses, 9,73%.Dos 31 produtos pesquisados, 20 apresentaram altas, oito diminuíram de preço e três permaneceram estáveis. Por grupo, foram constatadas as seguintes variações: Alimentação, 0,02%, Limpeza, 0,50% e Higiene Pessoal 1,63%. Durante a semana, os produtos que mais subiram foram: creme dental (5,68%), sabonete (3,13%), absorvente (3,09%), alho ( 2,74%) e farinha de trigo (2,70%). As maiores quedas foram: papel higiênico ( 2,92%), batata (2,27%), carne de primeira (2,03%), café papel laminado (1,49%) e biscoito maizena (1,25%). Os supermercados que praticaram os preços mais baixos da cesta básica foram: São PauloBarateiroR. das Palmeiras, 187. S. CecíliaRegião centralBarateiroR. das Palmeiras, 187. S. CecíliaRegião norteAndorinhaAv. Parada Pinto, 2262. V. AmáliaRegião lesteEstrela AzulPç. Porto Ferreira, 48 A . V. GuilherminaRegião sulSondaR. Darwin, 47. J. S. AmaroRegião oesteCastanhaPç. S. Edwiges, 29. V. Remédios

Agencia Estado,

18 de maio de 2001 | 14h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.