finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Cesta básica registra alta de 1,23 na semana

Na terceira semana de pesquisa do mês de outubro de 2001, o valor da cesta básica teve alta de 1,23%, revela pesquisa diária da Fundação Procon-SP, órgão de defesa do consumidor ligado ao governo estadual, em convênio com o Dieese. O preço médio, que no dia 11 de outubro era R$ 151,90, passou para R$ 153,77 no dia 18 do mesmo mês. Dos 31 produtos pesquisados, na variação semanal, 21 apresentaram altas, 4 diminuíram de preço e 6 permaneceram estáveis. Por grupo, foram constatadas as seguintes variações: alimentação ( 2,00%), limpeza (-5,38%) e higiene pessoal (3,30%), ficando a variação acumulada, em outubro, em 2,23%, e nos últimos 30 dias, em 2,07%. No ano, a cesta variou 8,73%, e nos últimos 12 meses, 8,97%.Durante o período, os produtos que mais subiram foram: absorvente aderente/10 unid. (10,00%), cebola/Kg (9,65%), queijo muzzarela fatiado/Kg (5,86%), papel higiênico fino branco/4 unid. (5,60%) e batata (4,90%). As maiores quedas foram: sabão em Pó/1 Kg (-9,12%), farinha de mandioca torrada/500 g (-1,39%), macarrão com ovos/500 g (-1,03%), leite em pó integral/500 g (-0,36%).

Agencia Estado,

19 de outubro de 2001 | 12h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.