Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Cesta básica tem alta de 0,98% na semana

O preço da cesta básica ficou bem próximo do valor do atual salário mínimo na quarta semana do mês de novembro de 2002. De acordo com a pesquisa diária da Fundação Procon-SP, órgão de defesa do consumidor ligado ao governo estadual, em convênio com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-Econômicos (Dieese), a cesta teve alta de 0,98% neste período. O preço médio, que no dia 21 de novembro era R$ 197,91, passou para R$ 199,84 no dia 28 de novembro.De acordo com o Procon-SP, a variação no mês de novembro foi de 8,12%. No ano, a cesta básica do paulistano registra alta de 26,32%. Nesta semana, os produtos que mais subiram foram: o quilo da lingüiça Fresca (14,09%); o pacote de 10 unidades do absorvente aderente (10,62%); a dúzia de ovos brancos (9,36%); o quilo do feijão carioquinha (5,95%); e o quilo da batata (4,12%). Os produtos que sofreram as maiores quedas foram: o quilo da carne de primeira (-2,23%); o quilo do frango resfriado inteiro (-2,03%); o litro da água sanitária Cândida (-1,67%); o pacote de 5 quilos do arroz tipo 2 (-1,59%); e o quilo da salsicha avulsa (-1,50%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.