Cesta básica teve alta de 2,17% nesta semana

O preço da cesta básica do paulistano teve alta de 2,17% na terceira semana do mês de novembro de 2002. Este é o dado revelado pela pesquisa diária da Fundação Procon-SP, órgão de defesa do consumidor ligado ao governo estadual, em convênio com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócios-Econômicos (Dieese). O preço médio, que no dia 14 de novembro era R$ 193,70, passou para R$ 197,91 em 21 de novembro. De acordo com o Procon-SP, o valor da cesta básica teve variação 7,08% no mês de novembro. No ano, a cesta registra alta de 25,10% e, nos últimos 12 meses 26,69%. Nesta semana, os produtos que mais subiram foram: o quilo da salsicha avulsa (8,54%); a unidade de 90-100 gramas do sabonete (8,33%); o quilo do frango resfriado inteiro (6,96%); o quilo da cebola (5,26%); e o pacote de 1 quilo do sabão em pó (5,12%). Os produtos que apresentaram maiores quedas nos preços foram: o pacote de 10 unidades do absorvente aderente (-14,39%); o pote de 250 gramas da margarina (-3,90%); o pacote de 4 unidades do papel higiênico fino branco (-3,64%); o quilo do alho (-1,93%); o quilo do queijo mussarela fatiado (-0,21%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.