Cesta de compras no Rio sobe 21% em 12 meses até maio

A cesta de compras da cidade do Rio de Janeiro registrou alta de 21,45% no acumulado dos últimos 12 meses terminados em maio, de acordo com a pesquisa da Federação de Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ). A maior alta foi a do preço do feijão, que subiu 148,94%. Outros destaques de aumentos foram do tomate (+86,66%); do óleo de soja (+68,28%), da farinha de trigo (+56,88%) e da cenoura (+52,61%).O levantamento reflete as variações de 6.440 preços, coletados em 200 locais, referentes a 39 itens (32 de alimentação, 4 de higiene e 3 de limpeza), de maior peso no orçamento, consumidos por famílias de dez diferentes faixas de renda.No quinto mês do ano em relação a abril, o custo da cesta de compras subiu 2,86% e passou para R$ 374,37. Em abril, na comparação com março, a alta havia sido de 2,53%. As altas mais significativas em maio foram: a cenoura (35,93%), a batata (29,34%), o arroz (24,35%) e o tomate (15,82%). Em contrapartida, a banana prata (-21,31%), a laranja pêra (-10,88%), a cebola (6,82%) e a lingüiça (-6,39%) caíram de preço.Em maio, na comparação com abril, os gastos ficaram 3,29% maiores para as famílias com rendimento até oito salários mínimos. Já para as que recebem acima dessa faixa salarial, a elevação de preços foi de 2,55%. Na última semana do mês (período compreendido entre 22 e 31 de maio), a cesta de compras ficou 1,37% mais cara. No acumulado de 2008, inflacionou 10,56%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.