Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Cesta de compras no RJ sobe 2,39% em maio

O custo da cesta de compras consumida pelas famílias do município do Rio de Janeiro subiu 2,39% no mês de maio, segundo pesquisa divulgada hoje pelo Instituto Fecomércio-RJ. Segundo a entidade, com a elevação, o valor médio da cesta passou de R$ 283,74 para R$ 290,54 de abril para maio.No mês passado, os produtos que mais subiram de preço foram: tomate (47,38%) e cebola (28,24%). Por sua vez, a banana prata e a farinha de mandioca tiveram as maiores quedas de preço no período, com recuos de 12,79% e 7,05% respectivamente.Já na última semana de maio, entre 25 e 31 do mês passado, o custo da cesta de compras subiu 0,66%. As famílias com rendimentos entre oito e dez salários mínimos foram as que mais sentiram o aumento nos gastos, com alta de 0,80%.Nesta última semana, os produtos que mais subiram de preço foram: tomate (15,13%) e cebola (13,13%). Em contrapartida, as maiores quedas de preços foram observadas para produtos como banana prata (-7,40%) e carne seca (-2,90%).EntressafraEm comunicado, o diretor do Instituto Fecomércio-RJ, Luiz Roberto Cunha, esclarece que o mês de maio foi marcado pela antecipação de algumas entressafras, o que levou os consumidores a gastarem mais do que em abril para consumidor as mesmas quantidades. O instituto destaca ainda que, para as famílias que ganham até oito salários mínimos de renda, o aumento médio em maio da cesta de compras foi de 2,31%. Porém, os indicadores acumulados apresentam retração no custo da cesta de compras. No ano, a cesta de compras acumula queda média de 0,67% até maio. As famílias com rendimento familiar acima de 30 salários foram as que mais diminuíram seus custos, com queda de 1,36% no valor médio da cesta.Já nos últimos 12 meses, a queda média da cesta de compras ficou em 2,39%. Segundo o instituto, para o levantamento são coletados preços de 32 produtos de alimentação, 4 de higiene e 3 de limpeza, consumidos por famílias de dez diferentes faixas de renda.

Agencia Estado,

02 de junho de 2004 | 11h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.