Cetip prepara sistema eletrônico para fundos de pensão

A Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos (Cetip) prepara sistema eletrônico para registro das operações dos fundos de pensão como forma de atender à legislação recente da Secretaria da Previdência Complementar. A informação foi prestada à Agência Estado pelo superintendente-geral da Cetip, Paulo Mendonça, que participa do 23º Congresso Brasileiro dos Fundos de Pensão, no Hotel Meliá, em São Paulo. A Cetip em uma primeira etapa será responsável pelo registro de todas as aplicações que as fundações fizerem em fundos mútuos de investimento e posteriormente na carteira própria. O secretário da Previdência Complementar, José Roberto Savóia, diz que o projeto será detalhado para a equipe de transição nos próximos 60 dias. A previsão é que a primeira etapa (registro padronizado das aplicações em fundos mútuos) esteja em funcionamento nos próximos 180 dias. Os fundos de pensão apresentam problemas de atrasos na entrega dos demonstrativos de aplicações financeiras, pois cada banco em que operam utilizam programas de computador com extratos de contas diferentes.A diretoria da Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (Abrapp) procurou a Cetip para encontrar soluções para atender à legislação de envio de informações padronizadas para a Secretaria de Previdência Complementar. "O registro eletrônico das informações centralizadas na Cetip trará agilidade e qualidade das informações dos fundos de pensão", avalia Paulo Mendonça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.