Chairman da Red Eléctrica se encontrará com governo da Bolívia na segunda-feira

Na reunião, executivo buscará iniciar as negociações para um acordo sobre ‘uma compensação adequada e para proteger os interesses dos acionistas domésticos e internacionais da Red Eléctrica’

Álvaro Campos, da Agência Estado,

03 de maio de 2012 | 15h43

MADRI - A companhia Red Eléctrica de España informou hoje que seu chairman, José Folgado, vai se encontrar com autoridades do governo da Bolívia na semana que vem e começar conversas sobre a compensação, após a administração do presidente Evo Morales expropriar ativos da empresa no país.

A Red Eléctrica disse em um comunicado que Folgado vai se encontrar com o ministro de Hidrocarbonetos e Energia da Bolívia, Juan José Sosa, em La Paz, na segunda-feira. "Esse será o primeiro contato de gestores da companhia com autoridades do governo boliviano", diz a empresa.

Na reunião, o chairman buscará iniciar as negociações para um acordo sobre "uma compensação adequada e para proteger os interesses dos acionistas domésticos e internacionais da Red Elétrica".

A companhia espanhola, que controla e opera quase 85% da rede de distribuição elétrica da Bolívia, afirma que suas operações no país representam somente 1,5% da sua receita anual, que em 2011 superou 1,63 bilhão de euros. As informações são da Dow Jones.

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.