Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Chanceler mexicano quer avançar negociações com Mercosul

O chanceler do México, Luís Ernesto Derbez, afirmou nesta segunda-feira, no Itamaraty, que pretende avançar o mais rapidamente possível para as negociações do acordo de livre comércio e para a ampliação do diálogo político entre o México e o Mercosul. Derbez afirmou também que representantes mexicanos participaram como observadores de reuniões de cúpula do Mercosul, mas que no próximo encontro, em junho deste ano, o Mercosul deverá convidar o próprio presidente do México, Vicente Fox.Segundo informações que ele recebeu da Argentina, que coordena oMercosul neste semestre, o convite deverá ser encaminhado à Cidade do México assim que for definida a data do evento. ?Já temos um acordo de livre comércio com o Uruguai, sob o amparo do acordo quadro entre o Mercosul e o México. Agora queremos avançar e fechar um acordo de liberalização com todo o bloco?, afirmou Derbez.Pouco antes dessas declarações, em palestra proferida aos estudantes do Instituto Rio Branco, Derbez listara o Mercosul entre os ?sócios estratégicos do México?. Evidentemente, por razões econômicas geográficas e migratórias, os Estados Unidos continuam a liderar essa lista. O Mercosul, entretanto, surge entre as prioridades da política externa mexicana como um importante elo com a América Latina.Nesta terça-feira, Derbez se encontra com o chanceler Celso Amorim, com quem chefiará uma reunião ampliada entre as delegações dos dois países. Além do Brasil, Derbez deverá visitar os outros três sócios do Brasil no Mercosul.

Agencia Estado,

13 de abril de 2004 | 04h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.