Chanceler mexicano quer avançar negociações com Mercosul

O chanceler do México, Luís Ernesto Derbez, afirmou nesta segunda-feira, no Itamaraty, que pretende avançar o mais rapidamente possível para as negociações do acordo de livre comércio e para a ampliação do diálogo político entre o México e o Mercosul. Derbez afirmou também que representantes mexicanos participaram como observadores de reuniões de cúpula do Mercosul, mas que no próximo encontro, em junho deste ano, o Mercosul deverá convidar o próprio presidente do México, Vicente Fox.Segundo informações que ele recebeu da Argentina, que coordena oMercosul neste semestre, o convite deverá ser encaminhado à Cidade do México assim que for definida a data do evento. ?Já temos um acordo de livre comércio com o Uruguai, sob o amparo do acordo quadro entre o Mercosul e o México. Agora queremos avançar e fechar um acordo de liberalização com todo o bloco?, afirmou Derbez.Pouco antes dessas declarações, em palestra proferida aos estudantes do Instituto Rio Branco, Derbez listara o Mercosul entre os ?sócios estratégicos do México?. Evidentemente, por razões econômicas geográficas e migratórias, os Estados Unidos continuam a liderar essa lista. O Mercosul, entretanto, surge entre as prioridades da política externa mexicana como um importante elo com a América Latina.Nesta terça-feira, Derbez se encontra com o chanceler Celso Amorim, com quem chefiará uma reunião ampliada entre as delegações dos dois países. Além do Brasil, Derbez deverá visitar os outros três sócios do Brasil no Mercosul.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.