Chávez promete ajudar Bolívia na instalação de usina para processar gás

Após uma reunião de mais de três horas em La Paz com seu colega boliviano Evo Morales, o presidente da Venezuela Hugo Chávez, se comprometeu a ajudar a Bolívia a instalar uma usina de processamento de gás nosudeste do país. Chávez fez uma visita de poucas horas à Bolívia com o objetivo de avançar na formulação de vários acordos de cooperação entre os ambos os países, que serão assinados dia 18 de maio, afirmaram os dois governantes. Ao deixar o palácio de governo de La Paz, Chávez disse que a usina a ser construída vai extrair o gás natural da Bolívia para aproveitar os seus componentes mais ricos. A unidade será instalada no povoado de Villamontes, na região deTarija, onde ficam algumas das maiores jazidas de gás natural bolivianas. Chávez manteve o apoio à decisão de Morales de nacionalizar os hidrocarbonetos, que considerouHistórica. Morales ratificou também o propósito de completar seu programa de nacionalização das reservas de gás e petróleo. A etapa seguinte seráa industrialização dos hidrocarbonetos. Chávez e Morales vão se reunir com Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente da Argentina, Néstor Kirchner, na cidade argentina de Puerto Iguazú.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.