Check-in ficará 20% mais rápido com compartilhamento de balcões

Anac estima que o compartilhamento comece a ser aplicado ainda no final deste ano 

Eduardo Bresciani, da Agência Estado,

28 de novembro de 2011 | 16h39

O diretor-presidente da Anac, Marcelo Pacheco dos Guaranys, estimou que o processo de check-in ficará 20% mais rápido com a adoção do mecanismo de compartilhamento de balcões pelas companhias aéreas. O Diário Oficial de hoje traz uma resolução que permite aos operadores de aeroportos determinar o compartilhamento de balcões de check-in.

"Com o check-in compartilhado, as empresas vão ter de compartilhar os balcões ociosos. Imaginamos que este processo deixe os check-ins 20% mais rápido. Serão menos balcões ociosos e menos filas para os usuários", disse. Guaranys explicou que caberá ao operador do aeroporto determinar o compartilhamento e elaborar, junto com as empresas, um plano para essa ação.

A Anac estima que o compartilhamento comece a ser aplicado ainda no final deste ano. Guaranys participou hoje da cerimônia de assinatura do contrato de concessão do aeroporto internacional de São Gonçalo do Amarante, região metropolitana de Natal (RN). O executivo fez uma defesa do modelo de concessão e procurou diferenciar esta ação das privatizações. "Na concessão, o ativo continua sendo do Estado. É diferente da privatização, na qual eu entrego o bem", afirmou.

 
Tudo o que sabemos sobre:
Anaccompartilhamentoaviõesaeroportos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.