Covid-19

Bill Gates tem um plano para levar a cura do coronavírus ao mundo todo

Chefe da Ferrari assume presidência da Fiat

O diretor executivo da Fiat, Giuseppe Morchio, apresentou sua renúncia neste domingo pouco depois que o conglomerado automobilístico anunciou a nomeação de Luca Cordero di Montezemolo, atual titular da Ferrari, como seu novo presidente. O anúncio foi feito três dias após a morte do ex-presidente da Fiat, Umberto Agnelli. A empresa também nomeou John Elkann, de 28 anos e herdeiro dos negócios da família Agnelli, como vice-presidente. O filho de Umberto Agnelli, Andrea, foi incorporado à junta diretiva. A escolha de Montezemolo, um aliado de Agnelli, Elkann e Andrea Agnelli, demonstrou que o clã pretende manter um forte controle da companhia. As decisões foram tomadas após uma reunião da junta diretiva em Turim, neste domingo.0 Montezemolo, de 56 anos, foi escolhido recentemente como titular do poderoso grupo de industriais italianos, a Confindustria, e preside a Federação de Editorias de Jornais da Itália (FIEG). Formado em direito, Montezemolo trabalha na indústria automobilística desde a década de 70. Ajudou a organizar a Copa do Mundo na Itália em 1990 e é presidente da Ferrari e da Maserati desde 90. Enquanto o resto do império Agnelli sofria consideráveis perdas, Montezemolo ajudou a levar a Ferrari a conseguir êxitos de vendas e vitórias no campeonato de Fórmula 1.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.