Brendan Smialowski / AFP
Brendan Smialowski / AFP

Chefe de gabinete interino de Trump diz que acordo EUA-China pode ser firmado em 2 semanas

Mulvaney também disse que é possível que nenhum acordo seja firmado, já que os EUA "não fecharão um acordo só por fechar"

Dow Jones Newswires

30 de abril de 2019 | 16h55

WASHINGTON - A China e os Estados Unidos podem chegar a um acordo comercial em duas semanas, disse o chefe de gabinete interino da Casa Branca, Mick Mulvaney. No entanto, Mulvaney também disse que é possível que nenhum acordo seja firmado, uma vez que os EUA "não fecharão um acordo só por fechar".  

O chefe de gabinete também disse que não acredita na prospecção de que um acordo com o Partido Democrata sobre infraestrutura passe no Congresso porque "não há interesse dos democratas em afrouxar as leis ambientais". Mulvaney ressaltou que é muito mais provável que o acordo EUA-México-Canadá (USMCA, na sigla em inglês) passe pela Câmara dos Representantes, controlada pelos democratas, do que um acerto bipartidário sobre gastos com infraestrutura.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.