Brendan Smialowski / AFP
Brendan Smialowski / AFP

bolha

Paulo Bilyk: "Quem está comprado em 4 ou 5 ações corre risco grande de perder tudo"

Chefe de gabinete interino de Trump diz que acordo EUA-China pode ser firmado em 2 semanas

Mulvaney também disse que é possível que nenhum acordo seja firmado, já que os EUA "não fecharão um acordo só por fechar"

Dow Jones Newswires

30 de abril de 2019 | 16h55

WASHINGTON - A China e os Estados Unidos podem chegar a um acordo comercial em duas semanas, disse o chefe de gabinete interino da Casa Branca, Mick Mulvaney. No entanto, Mulvaney também disse que é possível que nenhum acordo seja firmado, uma vez que os EUA "não fecharão um acordo só por fechar".  

O chefe de gabinete também disse que não acredita na prospecção de que um acordo com o Partido Democrata sobre infraestrutura passe no Congresso porque "não há interesse dos democratas em afrouxar as leis ambientais". Mulvaney ressaltou que é muito mais provável que o acordo EUA-México-Canadá (USMCA, na sigla em inglês) passe pela Câmara dos Representantes, controlada pelos democratas, do que um acerto bipartidário sobre gastos com infraestrutura.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.