Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Cheque especial com juros mais altos em maio

Segundo relatório de juros e spread bancário do Banco Central, as taxas de juro dos empréstimos bancários à pessoa física tiveram em maio em relação a abril uma queda de 0,6 ponto percentual, ficando em 66,1% ao ano no final do mês. Os juros do cheque especial, no mesmo período, tiveram uma elevação de 0,6 ponto percentual. A taxa aumentou 145,1% ao ano para 145,7% ao ano. Apesar disso, a taxa do cheque especial experimentava em maio uma queda de sete pontos percentuais em relação a dezembro do ano passado, quando os juros do cheque especial estavam em 152,7% ao ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.