Cheques sem fundo atingem 1,07% em outubro

Pesquisa realizada pela Serasa mostra que de cada mil cheques compensados em outubro, 1,07%, foram devolvidos por falta de fundos. Este volume de cheques devolvidos por falta de fundo no mês de outubro é o segundo maior do ano. Só perde para o volume devolvido em março, quando a porcentagem dos cheques devolvidos foi de 1,11%. O número registrado em outubro é decorrente do alongamento dos prazos de financiamento com cheques pré-datados, em especial para as compras do Dia dos Pais. Os técnicos da Serasa entendem que empresas menos organizadas para gerir cheques pré-datados, que não contam com métodos adequados para a concessão de crédito por este instrumento, estão seguindo o alongamento de prazos empreendido por aquelas mais estruturadas, o que tem contribuído para o aumento dos cheques devolvidos.Para a Serasa, nos dez primeiros meses deste ano, foram registradas 10 devoluções, em média, para cada mil cheques compensados, isto representa um aumento de 0,7 ponto percentual acima do verificado em igual período de 99 e 0,4 ponto percentual acima do registrado em 1998.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.