Cheques sem fundo sobem 24,8%

O volume de cheques sem fundos na Argentina aumentou 24,8% entre janeiro e agosto deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado, segundo levantamento das consultorias e agências de risco Data Risk e Fidelitás, com base nos números do Banco Central do país.

, O Estadao de S.Paulo

09 de setembro de 2009 | 00h00

O valor dos cheques sem fundos chegou a 7,225 bilhões de pesos (R$ 3,490 bilhões) e representou 1,95% do total compensado. No mesmo período de 2008, o volume foi de 5,788 bilhões de pesos (R$ 2,796 bilhões) - 1,5% dos cheques pagos. Os processos legais de execução dos cheques, em agosto, aumentaram 50% em relação a julho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.