coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Cheques sem fundos crescem em março, apura Boa Vista

Do total de 68,8 milhões de cheques movimentados no País no mês de março houve devolução de 1,5 milhão por falta de fundos. O volume representa 2,31% do total, porcentual mais alto desde maio de 2009 (2,46%) e maior também do que o registrado em março do ano passado, quando o número de cheques devolvidos atingiu a proporção de 2,14% do total, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira, 16, pela Boa Vista Serviços, administradora do SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Em fevereiro, a proporção de cheques devolvidos havia atingido 1,87% e em janeiro, 1,98%.

CARLA ARAÚJO, Agencia Estado

16 de abril de 2013 | 14h09

Segundo a Boa Vista, o número de cheques devolvidos em março aumentou 29,6% em relação a fevereiro de 2013 e também houve crescimento dos cheques movimentados (4,7%), o que contribuiu para a elevação do índice. Contra o mesmo mês de 2012, houve contração no número de cheques devolvidos (-7,3%) e no número total de cheques movimentados (-14,0%).

No acumulado deste ano, dos 210 milhões de cheques movimentados, 2,05%, ou 4,3 milhões foram devolvidos. No ano passado, nos três primeiros meses do ano, dos 235 milhões de cheques, 4,7 milhões haviam sido devolvidos, uma proporção semelhante a deste ano (2,00%)

Separando os cheques devolvidos de pessoas físicas e jurídicas, no primeiro trimestre do ano de 2013 na comparação com o mesmo período do ano anterior, a devolução para as pessoas físicas foi 9,4% menor e para as pessoas jurídicas a redução foi de 5,5%. No total, os cheques devolvidos recuaram 8,4% no ano, enquanto que os movimentados diminuíram 10,6%.

Tudo o que sabemos sobre:
cheques sem fundosmarçoBoa Vista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.