Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Chile suspende importações de carne do MS

O Ministério da Agricultura confirmou hoje que o Departamento de Defesa Animal recebeu hoje um comunicado do Ministério da Agricultura do Chile informando que o país suspendeu as importações de carne bovina produzida no Mato Grosso do Sul, em função da ocorrência de febre aftosa no Paraguai. A alegação das autoridades chilenas para a suspensão das compras de carne foi que o Mato Grosso do Sul é um Estado que faz fronteira com a região do Paraguai onde há focos da doença.Por intermédio da assessoria de imprensa, o ministro da Agricultura do Brasil, Pratini de Moraes, classificou a decisão do Chile de "arbitrária" e "sem fundamentos científicos". Isto porque a ocorrência de foco de aftosa está restrita o território paraguaio. O governo brasileiro solicitou ao Chile a revogação da decisão de suspender as importações de carne.Segundo a assessoria de imprensa do Ministério, já foi comprovado que no Brasil não existe a presença do vírus no rebalho brasileiro. "O próprio Centro Panamericano de Combate à Febre Aftosa (Panaftsosa) já comprovou a inexistência do vírus do lado brasileiro e, portanto, o Brasil não aceita esta posição do Chile", informou o Ministério.

Agencia Estado,

08 de novembro de 2002 | 17h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.