Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

China adota sobretaxa para importação de aço

A China anunciou a adoção de "medidas tarifárias de salvaguarda" sobre a importação de alguns produtos de aço em um movimento que pode reduzir o relacionamento competitivo com os parceiros comerciais. As tarifas com duração de três anos serão impostas sobre cinco categorias de produtos de países como Japão, nações da União Européia, Rússia, Coréia do Sul e Malásia, disse o ministro do Comércio Exterior da China, Shi Guangsheng. Ele afirmou que as tarifas serão efetivadas em 20 de novembro.O jornal japonês Nihon Keizai informou na semana passada que a China notificou a Organização Mundial do Comércio (OMC) sobre a intenção de aplicar as sobretaxas. A disputa global começou em março quando o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, aumentou as tarifas sobre as importações de aço em até 30%.Os Estados Unidos disseram que precisava das sobretaxas para ajudar a problemática indústria do aço norte-americana a se recuperar da invasão de importações baratas e alegaram que a imposição das tarifas estava dentro das normas da OMC.Desde então, a China, a União Européia, o Japão e a Coréia do Sul apelaram à OMC para que adote medidas contra as tarifas dos Estados Unidos.

Agencia Estado,

13 de novembro de 2002 | 16h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.