China alerta sobre impacto do colapso das negociações da OMC

O "fracasso trágico" das negociaçõesinternacionais é um sério revês para a economia mundial,afirmou o ministro chinês do Comércio, Chen Deming. "Em virtude da crise econômica mundial, forte inflação eriscos financeiros eminentes, o fracasso terá um grande impactono frágil sistema multilateral de comércio", afirmou Chen paraos ministros nas negociações. Chen expressou seu pesar sobre o fim das negociações porcausa de diferenças entre dois países -- referindo-se aosEstados Unidos e à Índia -- sobre uma proposta para ajudarprodutores agrícolas pobres a se protegerem de uma eventualalta nas importações, apesar da flexibilidade da China emdiversas áreas de comércio, segundo comunicado. A China mostrou disposição a aceitar acordos pararestringir a proteção dos setores industriais de países emdesenvolvimento com cortes de tarifas. Esta também tinhaindicado a sua disposição para liberalizar alguns setores deserviços, afirmou ele. A China está pronta para intensificar suas ligaçõesbilaterais com outros países da OMC, especialmente países emdesenvolvimento, afirmou o ministro. A China foi incluída em um grupo de sete países chave queapoiavam um acordo nas negociações da rodada de Doha,refletindo a sua crescente importância na economia mundial. (Reportagem de Jonathan Lynn)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.