China anuncia compra de 150 aviões da Airbus

A China anunciou nesta quinta-feira que encomendou 150 aviões A-320 da fabricante Airbus, em um negócio que deve atingir cifras bilionárias. A notícia coincidiu com a visita do presidente da França, Jacques Chirac, à China. Os dois países assinaram uma dúzia de outros acordos comerciais.O presidente da Airbus, Louis Gallois, não precisou os valores da compra chinesa, mas jornalistas compararam esta operação com outra realizada em 2005, quando o governo chinês adquiriu 150 aeronaves da Airbus por US$ 10 bilhões - cerca de R$ 22 bilhões.Com sua taxa de crescimento alcançando dois dígitos anuais, a China é um mercado tentador para companhias como a Airbus - controlada por um consórcio europeu - e a brasileira Embraer, que desafiam a hegemonia da americana Boeing neste mercado.Estimativas sobre o potencial do mercado chinês variam, mas a Airbus já disse acreditar que a China deve comprar 1,6 mil aeronaves nos próximos 20 anos. Para a Boeing, esse número pode chegar a 2,9 mil.O Airbus-320 é um avião médio da fabricante européia, concorrendo diretamente com o 737 da Boeing. Nesta categoria, a Embraer tem o E-195.Montadora na ChinaParte dos Airbus A-320 do lote comprado pela China será montado em uma fábrica na cidade portuária de Tianjin, no nordeste do país. A Airbus controlará 51% das ações da indústria, que entregará seu primeiro A-320 em 2009."Para nós, isto significa desenvolver uma visão de longo prazo com os chineses", disse o presidente da Airbus."Está claro que construir esses aviões na China dará aos chineses mais incentivos para comprar nossas aeronaves."O acordo assinado nesta quinta-feira prevê ainda a possibilidade de que a China compre outros 20 aviões maiores, A-350, da fabricante européia no futuro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.