China cresce no menor ritmo em 6 anos

PIB no 1º trimestre de 2015 avançou 7% em relação ao mesmo período do ano passado; no último trimestre de 2014, avanço foi de 7,3%

PEQUIM, O Estado de S.Paulo

15 de abril de 2015 | 02h01

O Produto Interno Bruto (PIB) da China cresceu 7,0% no primeiro trimestre de 2015 em relação ao mesmo período do ano passado, no menor ritmo em seis anos, segundo anunciou o Escritório Nacional de Estatísticas.

O resultado representa "um começo de ano estável em relação à complicada situação internacional", enfatizou um porta-voz do escritório ao divulgar os números. O mesmo porta-voz acrescentou que o governo chinês segue nos esforços "para estabelecer um novo modelo de crescimento mais moderado, porém sustentável, dando ênfase à eficiência e prioridade a um ajuste estrutural".

O crescimento de 7,0% é inferior em três décimos ao crescimento do último trimestre de 2014 e é o menor avanço do gigante asiático desde o primeiro trimestre de 2009, quando a China se viu afetada pelos efeitos da crise financeira mundial.

Os números mostram ainda um avanço interanual da produção industrial de 6,4%, enquanto os investimentos em ativos fixos cresceram 13,5%. Além disso, as vendas cresceram 10,6% e os investimentos em imóveis avançaram 8,5%, entre janeiro e março deste ano.

O governo chinês anunciou no começo do mês passado que a meta de crescimento para este ano era de 7,0% ante os 7,4% alcançados em 2014, com o impulso nas reformas estruturais, como no setor financeiro, para continuar a transformação do modelo econômico do país.

O Fundo Monetário Internacional manteve ontem suas previsões de que a economia da China deve crescer 6,8% este ano. (Com agências internacionais)

Mais conteúdo sobre:
ChinaPIB

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.