China cria nova ferramenta de monitoramento de liquidez

O Banco do Povo da China (PBoC, na sigla em inglês) criou uma nova ferramenta de tempo real para monitorar as condições de liquidez do sistema interbancário. A medida foi tomada logo após uma crise de escassez de liquidez no setor, que havia levado as taxas de juros interbancárias para fortes altas.

AE, Agencia Estado

03 de julho de 2013 | 01h29

O Financial News, jornal apoiado pelo banco central, informou nesta quarta-feira que a nova medida, o chamado índice de condições financeiras, foi colocado em uso recentemente e deverá se basear em dados diários de liquidez.

O jornal não deu mais detalhes, embora tenha citado pesquisadores do departamento de operações do Banco do Povo da China. Segundo a publicação, eles disseram que o índice pode ser usado para medir os efeitos de políticas do banco central.

O jornal também afirmou que o índice poderia aumentar a transparência. Mas não havia nenhuma indicação se os dados seriam revelados ao público no futuro. O banco central não estava disponível para comentar.

A combinação de redução de fluxos de entrada de capital estrangeiro, exigências de fim de trimestre e o aumento da demanda de crédito levaram a taxa overnight a subir até 30% no mercado interbancário no mês passado antes de cair drasticamente. Havia rumores de inadimplência bancária sobre contratos interbancários, resultado do aperto de crédito. Vários bancos fizeram declarações de que tinham ampla liquidez. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
chinaliquidez

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.