China cumprirá meta de crescimento de 7,5% neste ano, diz premiê

A China está confiante de que atingirá sua meta de crescimento de 7,5 por cento este ano, afirmou nesta segunda-feira o primeiro-ministro do país, Li Keqiang, acrescentando que o governo está pronto para ajustar a política para garantir isso.

REUTERS

16 de junho de 2014 | 08h43

Escrevendo no jornal britânico The Times na véspera de sua visita a Londres, Li disse que a desaceleração do crescimento na segunda maior economia do mundo é normal e não representa um problema.

"A economia da China precisa crescer a uma taxa apropriada, cuja expectativa é de que seja em torno de 7,5 por cento neste ano", escreveu Li. "É mais lenta do que no passado, mas normal."

"Apesar de considerável pressão, a economia da China está avançando em um curso estável. Continuaremos a fazer ajustes preventivos e moderados quando necessários. Estamos bem preparados para neutralizar vários riscos. Estamos confiantes de que a meta de crescimento deste ano será atingida."

Pesquisa da Reuters realizada em abril projeta que o crescimento econômico da China pode desacelerar para 7,3 por cento no segundo trimestre ante 7,4 por cento no trimestre anterior, com o crescimento no ano atingindo 7,3 por cento, o mais fraco em 24 anos.

(Reportagem de Andrew Osborn)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROCHINACRESCIMENTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.