China diz que inflação está sob controle e vê crescimento forte

Analistas disseram que a inflação alta motivou a elevação dos juros do país na última semana 

Reuters,

27 de outubro de 2010 | 07h35

A inflação na China continuará sob controle nos próximos meses e o crescimento econômico seguirá forte com a aceleração do setor privado, disse a agência chinesa de planejamento nesta quarta-feira.

"A economia da China está caminhando gradualmente para um modo de indução pelo mercado, a partir do modo de indução por estímulos", disse a Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma em comunicado.

O índice de preços ao consumidor chinês atingiu 3,6% no ano até setembro, a máxima em 23 meses, e analistas disseram que a inflação alta, junto com os preços crescentes de ativos, foi um dos principais motivos para a elevação inesperada dos juros do país na última semana.

A China estabeleceu a meta de 3% para a inflação média ao longo de 2010.

A agência chinesa disse que o crescimento em algumas províncias pode desacelerar, em parte por causa da pressão crescente para cumprir as metas de redução de emissão. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.