China diz que vai reagir a novas medidas tarifárias dos EUA

EUA adotarão uma tarifa de 25% sobre US$ 50 bilhões em bens da China relacionados a propriedade intelectual e tecnologia

Reuters

15 Junho 2018 | 10h31

 A China planeja impor medidas tarifárias contra os Estados Unidos de tamanho e intensidade similares às novas tarifas norte-americanas em resposta ao anúncio de Donald Trump, em meio a uma disputa comercial entre os dois países.

+ EUA anunciam tarifa de 25% sobre US$ 50 bi em importações da China

As declarações do Ministério do Comércio chinês foram feitas logo após anúncio do presidente norte-americano, Donald Trump, de que os EUA adotarão uma tarifa de 25% sobre US$ 50 bilhões em bens da China relacionados a propriedade intelectual e tecnologia, prometendo mais taxas se a China adotar medidas retaliatórias.

+ ‘Guerra comercial é pior que juros altos’, diz professor de economia

+ FÁBIO ALVES A ameaça Trump

“A China não quer uma guerra comercial, mas o lado chinês não tem opção a não ser se opor fortemente a isso, devido ao comportamento míope dos Estados Unidos que afetará ambos os lados”, disse o Ministério do Comércio em seu site.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.