China e Brasil puxam alta das vendas da Volkswagen

As vendas de veículos da Volkswagen aumentaram 10,5% em abril, na comparação com o mesmo mês de 2007, totalizando 568 mil unidades, informou a montadora alemã. Nos primeiros quatro meses do ano, as vendas da maior montadora do mundo somaram 2,14 milhões de veículos, 7,9% acima do total do mesmo período do ano passado. Os números incluem todas as marcas do grupo, como Seat, Skoda e Audi. A expansão foi puxada pela forte demanda na China e na América do Sul.Segundo o conglomerado, as vendas no Brasil chegaram a 203 mil veículos nos primeiros quatro meses do ano, com crescimento de 24% sobre igual período de 2007. Na América do Sul, o total foi de 260 mil unidades, com alta de 20% na mesma comparação.Na Europa, as vendas da montadora cresceram 3% em relação ao ano passado e totalizaram 1,22 milhão de veículos entre janeiro e abril, dos quais 1,04 milhão foram vendidos na Europa Ocidental, que registrou expansão de 0,7% no ano. Na Europa Central e Oriental, o crescimento chegou a 19%, com um total de 178 mil veículos vendidos no primeiro quadrimestre.Na região da Ásia-Pacífico, a Volks vendeu 420 mil veículos, 27% a mais do que nos primeiros quatro meses do ano passado. O mercado chinês respondeu por 368 mil unidades desse total, o que representa uma expansão de 29% sobre o volume vendido entre janeiro e abril de 2007.Na América do Norte, as vendas caíram para 159 mil veículos, com uma redução de 4,9% em relação ao período de janeiro a abril de 2007."O crescimento das entregas do Grupo Volkswagen foi mais forte do que o do mercado mundial, no qual o aumento das vendas de carros de passageiros hoje é de aproximadamente 3%", disse a companhia, num comunicado. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.