Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

China e Coréia do Sul sobem em ranking de patentes

A China e a Coréia do Sul continuaram sua firme subida no ranking dos maiores inventores do mundo em 2007, de acordo com dados divulgados hoje pela Organização Mundial de Propriedade Intelectual (Wipo, na sigla em inglês), uma agência da Organização das Nações Unidas (ONU). Das 156 mil patentes registradas por meio da organização no ano passado, cerca de 7 mil tiveram origem na Coréia do Sul e quase 5,5 mil vieram da China.Os números deixam os dois países muito atrás dos Estados Unidos, que se mantiveram na primeira colocação, com cerca de 52 mil registros. Mas a Coréia do Sul ultrapassou a França, para se tornar a quarta colocada, atrás da Alemanha (27.731) e do Japão (18.134). A China viu seus registros de patentes saltarem quase 40% em um ano e se tornou a sétima colocada - atrás da Holanda (4.189) e muito próxima do Reino Unido (5.553), de acordo com a Wipo."O aumento dos registros de patentes em muitos países do nordeste asiático e sua participação na atividade geral de patenteamento é impressionante e confirma a mudança nos padrões de inovação em todo o mundo", afirmou Kamil Idris, diretor-geral da agência com sede em Genebra. A Wipo disse que os registros na China e na Coréia do Sul estão se tornando mais populares porque as empresas locais e estrangeiras procuram tirar proveito do potencial de novas tecnologias daquelas regiões. As informações são da Dow Jones.

DANIELLE CHAVES, Agencia Estado

21 de fevereiro de 2008 | 16h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.