China é o maior consumidor de energia do mundo, diz WSJ

Dados da AIE apontam que o país ultrapassou os EUA e consumiu um total de 2,252 bilhões de petróleo equivalente no ano passado

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

19 de julho de 2010 | 10h54

Como resultado de anos de rápido crescimento econômico, a China é agora o maior consumidor de energia do mundo, superando os Estados Unidos que ocupava o primeiro lugar há mais de um século, afirmou o Wall Street Journal, citando dados da Agência Internacional de Energia (AIE).

A agência, cujas previsões são consideradas como indicadores importantes para a indústria de energia, afirmou que a China consumiu um total de 2,252 bilhões de toneladas de petróleo equivalente no ano passado, ou cerca de 4% mais que os 2,170 bilhões de toneladas de petróleo equivalente utilizados pelos Estados Unidos no período.

A recessão global atingiu os EUA mais severamente do que a China e feriu a atividade industrial americana e a utilização de energia norte-americana. No entanto, o consumo total de energia da China tem registrado taxas de crescimento anual de dois dígitos há muitos anos, impulsionado pela grande base industrial do país. Para se ter uma ideia do rápido crescimento da demanda de energia chinesa, o consumo energético total da China foi apenas metade do tamanho do consumo dos EUA 10 anos atrás.

"O fato de que a China superou os EUA como o maior consumidor mundial de energia simboliza o início de uma nova era na História da energia", disse o economista chefe da AIE, Fatih Birol. Segundo ele, os EUA foi o maior consumidor de energia desde os anos 1990. A AIE é conselheira de energia para a maioria das maiores economias do mundo. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
chinaconsumidorenergiamundoeuaaie

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.