Thomas Peter/Reuters
Thomas Peter/Reuters

Juros

E-Investidor: Esperado, novo corte da Selic deve acelerar troca da renda fixa por variável

China e UE fecham acordo para defender sistema multilateral de comércio

Pequim e Bruxelas também trocaram novas ofertas nas negociações para tratados bilaterais de investimentos

EFE

16 de julho de 2018 | 02h06

PEQUIM - China e União Europeia (UE) fecharam nesta segunda-feira um acordo para defender o sistema multilateral de comércio e rejeitaram as medidas unilaterais impostas pelos Estados Unidos.

Os líderes chineses e europeus reunidos hoje em uma cúpula em Pequim insistiram em seu objetivo de reformar a Organização Mundial do Comércio (OMC) para melhorar o sistema multilateral e evitar medidas protecionistas.

A China prometeu, além disso, que continuará o processo de abertura da sua economia a investimentos e exportações europeias, segundo afirmou o primeiro-ministro, Li Keqiang, em entrevista coletiva.

+++ Na cúpula da Otan, Trump ataca aliados e exige que UE gaste mais

"A China aumentará de forma significativa o acesso aos seus mercados e reduzirá as tarifas aos produtos necessários aos seus consumidores e a suas empresas", explicou Li.

Além disso, Pequim e Bruxelas trocaram novas ofertas nas negociações para tratados bilaterais de investimentos que mantêm há quatro anos e que entraram em uma "nova fase", em palavras do primeiro-ministro chinês.

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, considerou que neste aspecto a cúpula atingiu bons progressos e ressaltou o convencimento da UE que o gigante asiático deve melhorar ainda mais as oportunidades que oferece às firmas estrangeiras.

A 20ª cúpula anual CHINA-UE está sendo marcada por questões comerciais, tanto no âmbito bilateral como global, especialmente após as novas tarifas impostas à China pelo presidente americano, Donald Trump. /EFE

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.