Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

China eleva preço de combustíveis em até 18%

A China pode elevar entre 17% e 18% os preços da gasolina e do diesel no varejo a partir desta sexta-feira (dia 20), de acordo com os Serviços de Informação de Energia Beijing Jcache. Será o primeiro aumento em sete meses. A alta teria por objetivo ajudar as refinarias a recuperar as perdas com a disparada dos preços do petróleo no mercado internacional, que se aproximaram de US$ 140,00 o barril, recentemente. A Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma (CNDR), principal agência chinesa de planejamento, aumentará os preços da gasolina e do diesel em até 1 mil yuans (US$ 145,35) por tonelada métrica no dia 20, relatou a Jcache - a agência citou rumores que circulam no mercado. A CNDR não foi imediatamente localizada para comentar.Se confirmada, a elevação será a primeira desde 1 de novembro de 2007. A escala do aumento também será a maior em mais de quatro anos. Apesar da disparada dos preços de energia nos mercados internacionais, o governo tem relutado em perder o controle sobre os preços domésticos de combustíveis, em parte devido à preocupações com alta inflacionária. Porém, como o petróleo vem sendo negociado perto de US$ 140,00 por barril, o governo agora enfrenta mais dificuldades financeiras para subsidiar os combustíveis.O governo também sofre crescente pressão internacional, especialmente de muitos vizinhos asiáticos que elevaram os preços da gasolina nos postos. Grandes produtores e consumidores de petróleo vão se encontrar neste domingo (dia 22) em Jeddah, cidade portuária da Arábia Saudita, para discutir a questão do petróleo. As informações são da Dow Jones.

PATRÍCIA FORTUNATO, Agencia Estado

19 de junho de 2008 | 11h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.