Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

China eleva taxa de redesconto, mostrando intenção de aperto monetário

O Banco Central da China subiu a taxa de redesconto de 1,8% para 2,25%, a primeira mudança em dois anos

REUTERS ,

29 de dezembro de 2010 | 07h33

O banco central da China elevou a taxa de juro cobrada em empréstimos concedidos a bancos comerciais, uma medida que é compatível com a alta da taxa básica de juros e que terá apenas um impacto limitado nas condições financeiras.

O Banco Central da China subiu a taxa de redesconto de 1,8% para 2,25%, a primeira mudança em dois anos. O BC também elevou a taxa de reempréstimo de um ano em 0,52%, para 3,85%. O banco central fez o anúncio em seu site.  Bancos comerciais raramente recorrem ao BC chinês para financiamento devido à ampla liquidez da China, transformando as taxas de reempréstimo e redesconto em importâncias simbólicas.

"Isso mostra a clara intenção de aperto pelo banco central", disse Zheng Liansheng, analista da China Securities.

A alta das taxas entrou em vigor em 26 de dezembro --mesmo dia em que a mais recente elevação da taxa básica de juros passou a valer.

(Kevin Yao e Zhong Hua)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROCHINAELEVA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.