China está confiante na Europa e no euro, afirma Wen

A Europa pode superar suas dificuldades financeiras gradualmente se der continuidade às reformas econômicas e financeiras e aos ajustes, afirmou o primeiro-ministro da China, Wen Jiabao, acrescentando que seu país pode ajudar comprando alguns bônus soberanos da zona do euro. Segundo Wen, a China está confiante na Europa e no euro.

DANIELLE CHAVES, Agencia Estado

28 de junho de 2011 | 09h35

"Nós afirmamos que para alguns países (europeus) nós vamos comprar um certo montante de dívida soberana, de acordo com a necessidade", disse Wen em uma entrevista à imprensa em Berlim junto com a chanceler da Alemanha, Angela Merkel. Wen não detalhou as possíveis compras de bônus.

Merkel disse que Wen expressou a grande importância de um euro forte para a China. A chanceler também afirmou que seria um bom sinal se a China cumprisse todas as condições para ser reconhecida como uma economia de mercado. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.