Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
China faz alerta sobre especulação com criptomoedas e proíbe uso em pagamentos

China faz alerta sobre especulação com criptomoedas e proíbe uso em pagamentos

O Banco do Povo da China informou que moedas digitais não podem ser usadas como forma de pagamento porque não são moedas reais; nesta quarta, o Bitcoin registra forte queda

Redação, O Estado de S.Paulo

19 de maio de 2021 | 11h07

PEQUIM - O Banco do Povo da China (PBoC) emitiu um alerta, por meio de sua conta no aplicativo WeChat, sobre o alto nível de especulações das criptomoedas e proibiu instituições financeiras e de pagamentos de realizarem operações com essas divisas, de acordo com relatos da imprensa local e de analistas.

"No final da tarde de ontem na Ásia, o PBOC emitiu um alerta sobre uma recuperação na especulação em moedas virtuais. A China anunciou que as instituições financeiras e de pagamento estão proibidas de precificar ou conduzir negócios em moedas virtuais. A história não ganhou muita força durante a noite, mas parece estar ganhando força esta manhã", disse Jeffrey Halley, analista de mercado sênior da Oanda, em uma nota a clientes nesta quarta-feira, 19. 

Segundo o PBoC, moedas digitais não podem ser usadas como forma de pagamento porque não são moedas reais. As instituições financeiras na China não podem facilitar as transações de Bitcoin. Muitos mineradores de bitcoin, que já foram uma grande presença na China, foram forçados a ir para o exterior.

Lideradas pelo Bitcoin, as criptomoedas estão sob pressão há vários dias. Um duro golpe veio dias atrás, quando o CEO da Tesla, Elon Musk, disse que a fabricante de carros elétricos suspenderia as vendas de carros que usam criptomoeda, devido a preocupações ambientais.

O Bitcoin ampliou perdas ao longo da manhã desta quarta, caindo mais de 20%, e o Ethereum também despenca. Às 10h26 (de Brasília), o Bitcoin tinha queda de 21,4%, sendo cotado a US$ 33.895,00, enquanto o Ethereum se desvalorizava 32%, a US$ 2.330,99. / COM DOW JONES NEWSWIRES

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.