China fecha acordo com BNDES de cooperação para exportação

A China International Trust & Investment Corporation (Citic) assinou um acordo de cooperação financeira para exportações com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES). Em uma conferência sobre projetos de desenvolvimento, o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, afirmou que as duas instituições vão colaborar em projetos de financiamento de exportações entre o Brasil e a China. O presidente da Citic, Wang Jun, declarou que o acordo vai facilitar investimentos tanto no Brasil, quanto na China, mas não deu mais detalhes sobre o valor potencial desses investimentos. "Vários projetos de investimentos entre os dois países serão incluídos nessa cooperação e nós temos interesse em ampliar os investimentos no Brasil", disse Jun. O acordo Citic-BNDES evidencia como a retórica sobre relações comerciais e ligações econômicas mais próximas está se transformando em acordos sólidos que devem levar a uma melhora substancial do comércio bilateral. As exportações brasileiras para a China quase triplicaram de 2002 para 2003, de US$ 415 milhões para US$ 1,2 bilhão, em razão das vendas de soja, minério de ferro e celulose. Esse comércio deve crescer graças a pactos comerciais e de investimentos anunciados ontem por empresas como a Companhia Vale do Rio Doce e a Petrobrás. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.