China fica na liderança mundial de reserva cambial

O banco central chinês anunciou que as reservas cambiais chegaram a US$ 941,1 bilhões em junho, com uma expansão de 32,37% frente ao mesmo período de 2005. O resultado consolida a China na liderança mundial de reservas cambiais, ultrapassando o Japão.De acordo com o PBoC, as reservas aumentaram US$ 122,2 bilhões no primeiro semestre deste ano, com um aumento de us$ 21,2 bilhões na comparação com o mesmo período de 2005. Somente em junho, os cofres chineses foram recheados com US$ 16,1 bilhões, com uma alta anualizada de US$ 3,9 bilhões.Ao mesmo tempo, o fluxo de investimento direto estrangeiro (ied) recuou 0,47% no primeiro semestre deste ano na comparação com o mesmo período de 2005, totalizando US$ 28,4 bilhões.Conforme o porta-voz do Ministério do Comércio chinês, Chong Quan, o governo autorizou a entrada de 19.750 empresas estrangeiras entre janeiro e junho, com uma diminuição de 6,89%.Analistas ouvidos pela imprensa local atribuíram a queda às medidas econômicas adotadas pelo governo para tentar desaquecer a economia nacional. De acordo com as projeções do Conselho de Estado, no entanto, o Produto Interno Bruto (PIB) chinês deverá crescer entre 10,2% e 10,4% em 2006.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.