China impulsiona lucro da Volks, que cresce 4.000%

A Volkswagen obteve lucro líquido global de 947 milhões de euros (US$ 1,35 bilhão) no terceiro trimestre deste ano, um volume 4.017% superior ao de 23 milhões de euros apurado em igual período do ano passado. O lucro antes de impostos aumentou 825% nessa base de comparação, passando de 186 milhões de euros para 1,72 bilhão de euros. A receita cresceu 3,9%, passando de 25,14 bilhões de euros para 26,12 bilhões de euros.De acordo com a montadora alemã, a forte demanda por carros, particularmente na China, América do Sul e Europa Oriental, ajudou o grupo a melhorar seus resultados. "O mercado automotivo chinês é de longe o principal impulsor da demanda automotiva global", disse a companhia. As entregas de veículos na China, um sinal do desempenho das vendas, aumentaram mais de 30% nos primeiros nove meses deste ano em comparação com igual intervalo do ano passado, somando 689.795 unidades.A montadora acrescentou que continua a caminho de vender este ano mais de seis milhões de veículos em todo o mundo, pela primeira vez em sua história, e reiterou que seu lucro antes de impostos ao final de 2007 será de pelo menos 5,1 bilhões de euros.As ações da Volks mais do que dobraram de preço nos últimos 12 meses, um dos melhores desempenhos do setor automobilístico europeu. Essa valorização se segue a medidas de reestruturação implementadas nos últimos anos para realinhar a base de custos de suas operações na Alemanha. As informações são da Dow Jones.

MARCÍLIO SOUZA, Agencia Estado

26 de outubro de 2007 | 12h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.