AFP PHOTO / GREG BAKER
AFP PHOTO / GREG BAKER

Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

China notifica formalmente OMC sobre tarifas retaliatórias contra os EUA

Tarifas chinesas equivalem a US$ 611,5 milhões sobre importações dos Estados Unidos, incluindo carne de porco, nozes e etanol

Reuters

03 de abril de 2018 | 17h12

GENEBRA - A China notificou a Organização Mundial do Comércio (OMC) de que está impondo tarifas retaliatórias equivalentes a 611,5 milhões de dólares sobre importações dos Estados Unidos que somam 2,75 bilhões de dólares, incluindo carne de porco, nozes e etanol, em resposta às sobretaxas dos EUA sobre as importações de aço e alumínio, mostrou um documento da OMC.

O documento, com data de quinta-feira mas publicado somente depois do feriado da Páscoa, veio depois que a China disse no domingo que tinha elevado tarifas em até 25 por cento sobre 128 produtos dos EUA, escalando a disputa entre as duas maiores economias do mundo.

+ Azevêdo: 'É mais simples culpar produto importado pelo desaparecimento do emprego'

A China cumpriu seu dever legal de notificar a OMC e outros Estados-membros de suas medidas retaliatórias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.