China poderá pôr US$ 50 bi no FMI

A China informou que está disposta a comprar até US$ 50 bilhões em bônus do Fundo FMI, informou o Wall Street Journal. O Fundo nunca emitiu bônus, mas seus oficiais vêm trabalhando na proposta, como parte de um acordo mundial para fortalecer a instituição. O plano é obter mais US$ 500 bilhões para o Fundo. "Se os termos da emissão de bônus atenderem às exigências das nossas reservas de moeda estrangeira em relação à segurança e ao retorno, estamos dispostos a considerar investir não mais que US$ 50 bilhões em bônus emitidos pelo FMI'', disse o oficial da Administração Estatal de Câmbio da China.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.