China prepara novo pacote para impulsionar o consumo

Plano visa a aumentar a renda individual e estimular o consumo doméstico, segundo o jornal 'Economic Observer'

Nathália Ferreira, da Agência Estado,

24 de novembro de 2008 | 13h21

A agência de planejamento econômico da China está preparando outro pacote de estímulo que visa a aumentar a renda individual e impulsionar o consumo doméstico, noticiou o jornal Economic Observer nesta segunda-feira, 24, citando uma fonte não identificada da agência, a Comissão de Reforma e Desenvolvimento Nacional.   Veja também: De olho nos sintomas da crise econômica  Lições de 29 Como o mundo reage à crise  Dicionário da crise    As propostas no plano incluem elevar o limiar para o imposto de renda pessoal, impulsionar os salários, introduzir subsídios para a baixa renda e aumentar os subsídios imobiliários, de acordo com o jornal.   O plano deve ser discutido na Conferência Central de Economia, a ser realizada no começo do próximo mês, informou o jornal. Detalhes sobre o tamanho do pacote de estímulo ainda não estão disponíveis. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinacrise nos EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.