J Scott Applewhite/AP
J Scott Applewhite/AP

China proíbe por uma semana compra de carnes de unidades da JBS, Marfrig e Naturafrig

Decisão começa a valer neste sábado, 16; técnicos identificaram a presença de ácido nucleico do coronavírus na embalagem externa de lotes de congelados

Redação, O Estado de S.Paulo

16 de abril de 2022 | 11h22

A China proibiu por uma semana a importação de carne bovina de algumas unidades da JBS, Marfrig e Naturafrig. A suspensão começa a partir deste sábado, 16.

Os técnicos da Administração Geral das Alfândegas da China (GACC) identificaram a presença de ácido nucleico do coronavírus na embalagem externa de quatro lotes de produtos congelados enviados para a China, informou um comunicado enviado à embaixada do Brasil em Pequim, citado pelo Valor Econômico

A decisão da GACC afeta o frigorífico da JBS em Barra do Garças (MT), as unidades da Marfrig em Várzea Grande (MT) e Promissão (SP), e o abatedouro da Naturafrig em Pirapozinho (SP). Na mesma decisão, o GACC também suspendeu as compras de uma empresa argentina.

Na semana passada, o GACC suspendeu as importações de dois frigoríficos brasileiros de carne bovina e um produtor de aves por uma semana a partir do dia 8 de abril. A decisão envolvia uma unidade da JBS em Goiás, uma da Marfrig no Mato Grosso, e uma unidade de frango da Zanchetta em São Paulo./Reuters

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.