Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

China promete melhorar sistema de câmbio

O primeiro-ministro da China, Wen Jiabao, afirmou ao secretário dos EUA, John Snow, que seu país compromete-se a melhorar seu atual sistema de câmbio quando as condições econômicas permitirem, segundo informações da TV local. O premiê reafirmou declarações precendentes à chegada de Snow à China, de que "a manutenção da estabilidade do iuan, em níveis razoáveis e equilibrados, vai ao encontro dos mútuos interesses da China e dos EUA". No entanto, "a China irá explorar e melhorar o mecanismo de câmbio do iuan e, ao mesmo tempo, aprofundar as reformas financeiras, segundo seu desempenho econômico e desenvolvimento, e de acordo com o balanço internacional de pagamentos", concluiu. Snow, por sua vez, se disse satisfeito com os progressos atuais do país em direção à introdução de um regine de câmbio determinado pelo mercado, mas deixou claro que os EUA continuarão pressionando o país para acelerar a abertura ao comércio e ao capital externo. No entanto, nada de concreto foi acertado e tanto Snow quanto as autoridades chinesas disseram ser prematuro discutir uma agenda para flexibilização do câmbio no momento. Snow deixou um convite as autoridades chinesas para que visitem os EUA a fim de aprofundarem as discussões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.