coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

China quer acelerar investimentos no interior do país

A China irá acelerar os gastos em projetos como obras ferroviárias nas áreas central e ocidental, de modo a aliviar algumas pressões sobre o crescimento econômico, anunciou o primeiro-ministro, Li Keqiang, em declarações à agência oficial Xinhua News.

AE, Agencia Estado

27 de março de 2014 | 22h29

Li afirmou que Pequim irá acelerar as construções de imóveis, anunciará medidas para apoiar o comércio internacional e destacou o setor de serviços como "um ponto fraco" que precisa ser desenvolvido. O primeiro ministro também disse que o foco dos investimentos de Pequim será voltado para as áreas central e ocidental, que são as menos desenvolvidas do país.

Nos últimos dias cresceram as especulações de que a China anunciaria um novo pacote de estímulos para garantir que o Produto Interno Bruto (PIB) alcance a meta. Li declarou à Xinhua News que a "economia teve um início de ano estável e há alguns acontecimentos positivos na economia, mas não podemos ignorar as crescentes dificuldades e riscos". O primeiro-ministro afirmou que o governo chinês "venceu a batalha" contra a desaceleração econômica no ano passado e que está preparado para volatilidade neste ano. Fonte: Market News International.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinainvestimentos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.