Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

China quer aumentar salários mínimos regionais

A China ordenou aos governos locais que elevem o salário mínimo, informou o Ministério do Trabalho e da Previdência Social, uma medida que deve ter um impacto na inflação, que já está nos níveis mais elevados dos últimos 11 anos. "A ordem foi divulgada antes do Festival da Primavera", disse um funcionário do ministério. O Festival da Primavera, ou o Ano Novo Chinês, foi no começo de fevereiro."Os salários mínimos devem ser ajustados em linha com as regulamentações nacionais e de acordo com o índice de preços ao consumidor", disse o funcionário para a agência de notícias AFP, pedido para se manter no anonimato. A inflação ao consumidor foi de 4,8% no ano passado e atingiu o maior nível em 11 anos em janeiro, quando subiu 7,1% (taxa acumulada em 12 meses) - os preços dos alimentos dispararam 18,2% no mês.A província de Guangdong, uma potência industrial localizada no sul da China, anunciou na semana passada o aumento de 17,8% do salário mínimo, a partir de 1º de abril. Após a medida, os salários mínimos vão ficar entre 530 yuans (US$ 74 ou R$ 123) e 860 yuans (US$ 120 ou R$ 200) na província. Outras áreas, como Xangai e a província de Jiangsu, também informaram que planejam elevar o mínimo neste ano ou já o fizeram, de acordo com a imprensa estatal.Analistas estão preocupados que os salários maiores, embora ajudem as famílias de baixa renda a lidar com o avanço dos preços. O aumento do mínimo pode levar a inflação para cima, com as empresas tentando repassar os custos maiores do emprego para os consumidores."Aumentar os salários, combinado com outros fatores como a nova Lei de Trabalho que empurra para cima os custos de trabalho, pode trazer maiores pressões sobre a inflação do que no passado", disse Sun Mingchun, economista do banco de investimentos Lehman Brothers em Hong Kong. A nova Lei do Trabalho, que Vigo desde 1º de janeiro deste ano, exige que as empresas ofereçam a suas equipes emprego para o resto da vida se o pessoal já trabalha para ela há mais de 10 anos. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.