Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

China reduz juros e compulsório para estimular crédito

A China informou hoje que cortou a taxa de referência de depósitos e a de empréstimo em 1,08 ponto porcentual, para estimular o crescimento firme do crédito como parte de sua política monetária "moderadamente afrouxada". O Banco do Povo da China (banco central do país) reduziu a taxa de depósito para um ano de 3,60% para 2,52% e a taxa de empréstimo de 6,66% para 5,58%.Os cortes, que entram em vigor amanhã, são maiores do que as recentes reduções promovidas pelo banco central, de 0,27 ponto porcentual, e também superam o corte de 0,54 a 0,81 ponto porcentual que o mercado esperava. O banco central também reduziu o recolhimento compulsório a partir de 5 de dezembro em 1 ponto porcentual para seis grandes bancos e em 2 pontos porcentuais para bancos menores.É a quarta vez desde meados de setembro que a China corta a taxa de empréstimo e a terceira vez desde o começo de outubro que reduz a taxa de depósito. As informações são da Dow Jones.

NATHÁLIA FERREIRA, Agencia Estado

26 de novembro de 2008 | 08h36

Tudo o que sabemos sobre:
Chinajuros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.