China reduzirá tarifas de importação sobre alimentos

A China irá reduzir as tarifas de importação de alguns alimentos a partir de junho, segundo o Ministério das Finanças, numa tentativa, segundo analistas, de controlar a alta dos preços no mercado doméstico.A tarifa de importação de carne suína congelada será reduzida de 12% para 6% e a tarifa de importação de farelo de soja e farelo de amendoim para ração serão reduzidas de 5% para 2% a partir de 1º de junho, valendo até 31 de dezembro, informou o ministério em um comunicado.As tarifas de óleo de coco e de azeite passarão a partir de 1º de junho até 30 de setembro para 5% ambas, de 10% e 9% que valiam antes, respectivamente. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.