China registra inflação pela 1ª vez em 10 meses

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) na China subiu pela primeira vez em 10 meses, em novembro, aumentando as evidências de que a recuperação econômica do país está firme, uma vez que as quedas de preços fora das fábricas diminuiu, de acordo com dados divulgados nesta sexta-feira pelo governo.

AE-DOW JONES, Agencia Estado

11 de dezembro de 2009 | 02h13

O CPI subiu 0,6% em novembro, na comparação com o mesmo período do ano passado, após registrar queda de 0,5% em outubro, disse o Escritório Nacional de Estatísticas em comunicado. A média das previsões de 15 economistas, ouvidos pela Dow Jones Newswires, foi de uma alta de 0,5%.

O aumento de novembro, puxado provavelmente pela alta dos preços dos alimentos e por uma base de comparação baixa, pode encorajar Pequim a prestar mais atenção aos riscos da inflação, ao invés de se concentrar apenas no crescimento. O governo começou a retirar alguns dos seus estímulos, tais como medidas de apoio ao setor imobiliário, para conter a inflação dos preços dos ativos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinainflação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.