Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

China revisa para 11,1% crescimento do país em 2006

Nova taxa do PIB chinês marca a maior expansão anual do país desde 1994

Eadie Chen e Langi Chiang, da Reuters

11 de julho de 2007 | 15h24

A China revisou nesta quarta-feira, 11, sua taxa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2006 para 11,1%, ante os 10,7% anteriores. A nova taxa marca a maior expansão anual desde 1994.A agência nacional de estatísticas afirmou em comunicado, publicado em seu site, que a revisão reflete o resultado, maior do que o inicialmente estimado, da produção industrial e o setor de serviços.O governo não informou qual é a nova taxa de crescimento dos serviços, mas a agência disse que a indústria cresceu 13% em 2006, ante taxa de 12,5% inicialmente informada.De acordo com o órgão, o PIB chinês alcançou 21,09 trilhões de iuans (2,79 trilhões de dólares) em 2006. Mas o dado será revisado mais uma vez, de acordo com os procedimentos regulares.Os dados sobre o comportamento do PIB no segundo trimestre e outros indicadores de junho serão divulgados na próxima semana, provavelmente no dia 18.

Tudo o que sabemos sobre:
chinaPIBcrescimento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.