China revisa PIB e é se torna 3ª maior economia mundial

País asiático supera a Alemanha com crescimento revisado do Produto Interno Bruto de 13% em 2007

Marcílio Souza e Nathália Ferreira, da Agência Estado,

14 de janeiro de 2009 | 08h57

O departamento de estatísticas da China revisou o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do país em 2007 de 11,9% para 13%, o maior em 13 anos. Com a revisão, a China ultrapassou a Alemanha e se tornou a terceira maior economia mundial em 2007, com base nas taxas de câmbio do mercado para aquele ano. A China já havia superado o Reino Unido em 2005, quando assumiu o quarto lugar no mundo. Veja também:   Desemprego, a terceira fase da crise financeira global De olho nos sintomas da crise econômica Dicionário da crise Lições de 29Como o mundo reage à crise  "A taxas de câmbio do mercado, a China em 2007 foi a terceira maior economia, atrás dos EUA e do Japão", disse Vivek Arora, representante do Fundo Monetário Internacional (FMI) em Pequim. Ao todo, o PIB de 2007 somou 25,731 trilhões de yuans (US$ 3,76 trilhões). A revisão ocorre antes da divulgação dos dados do ano passado e essa base de comparação mais forte pode levar a uma desaceleração mais rápida do que o esperado em 2008. Os ajustes ocorreram porque os setores secundário e terciário cresceram mais do que o previamente estimado, mas sua proporção dentro do PIB ficou praticamente inalterada, de acordo com dados do governo. Não foram apresentados números trimestrais. A agência de estatísticas chinesa costuma revisar o PIB anual duas vezes. Inicialmente, em janeiro de 2008, o órgão havia anunciado um crescimento de 11,4% para o PIB de 2007, que foi revisado para 11,9% em abril do ano passado. A revisão de hoje para 13% é final.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaPIBCrise Financeira

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.