China será maior consumidor de metais até 2005

A China será o maior consumidor de metais do mundo até 2005, ultrapassando os Estados Unidos, impulsionada pelo seu robusto crescimento econômico, disse Jim Lennon, analista-sênior do Macquarie Bank. Atualmente a China, país mais populoso do mundo, ainda fica atrás dos EUA e do Japão em termos de consumo de níquel e atrás dos EUA no consumo de cobre, disse Lennon.Ao discursar em fórum de Comércio e Investimento da Indústria de Metais não Ferrosos da China, Lennon apontou três fatores principais que estão alimentando o apetite da China pelos metais: o sólido consumo doméstico, a expansão da infra-estrutura e uma inundação de investimentos estrangeiros. "O investimento em infra-estrutura nas regiões litorâneas também recebeu um estímulo com a autorização para realizar as Olimpíadas de 2008 na China. Esse tipo de crescimento da demanda é representado pelo aço, cobre e alumínio", disse Lennon.Outro padrão de mudança no consumo, notadamente no cobre, é que os principais países industrializados, tais como os EUA e Japão refrearam o seu consumo de metal. Em 2001, a demanda dos EUA por cobre contraiu-se 14% em relação a 2000 para 2,55 milhões de toneladas métricas. No mesmo período, o consumo de cobre por parte da China registrou um salto de 19% para 2,2 milhões de toneladas, de acordo com Lennon. Na década que termina em 2010, mais da metade do crescimento da demanda por alumínio e cobre será proveniente da China e países do bloco oriental, avaliou Lennon.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.